Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK

SEMINÁRIO ALIANÇA EMPRESAS - ONGs PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NO BRASIL

Data:

07/10/2020


SEMINÁRIO ALIANÇA EMPRESAS - ONGs PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL NO BRASIL

Foi realizado hoje o seminário “Aliança entre empresas e ONGs para o desenvolvimento sustentável no Brasil”, uma iniciativa da Embaixada da Itália em Brasília, em colaboração com a ENEL Brasil e a AVSI Brasil, no âmbito do Festival de Desenvolvimento Sustentável da Aliança Italiana para o Desenvolvimento Sustentável - ASVIS, com o apoio do Ministério das Relações Exteriores italiano. O evento foi encerrado pela Vice-Ministra das Relações Exteriores, Emanuela Claudia Del Re.

O Embaixador Azzarello, na introdução, destacou como “O evento de hoje mostra que é possível um diálogo positivo, sobre projetos concretos, para o desenvolvimento sustentável no Brasil, graças à adoção de modelos inovadores de parcerias”.

Em seguida, falaram a Responsável pela ENEL Green Power Brasil Roberta Bonomi, a Gerente Executiva de sustentabilidade empresarial do Banco do Brasil Ana Macedo, o Diretor da AVSI Brasil Fabrizio Pellicelli e o Diretor Executivo da Fundação Banco do Brasil Rogério Bressan. O Diretor da Rede Brasil do Pacto Global das Nações Unidas para as empresas, Carlo Pereira, moderou o evento.

Pereira ressaltou a particularidade do contexto brasileiro, terreno fértil para parcerias multisetoriais. Bonomi traçou as linhas da estratégia de sustentabilidade do Grupo Enel e do modelo de investimento social implementado no Brasil. Macedo focou no papel institucional e na visão de responsabilidade corporativa do Banco do Brasil, que ao longo dos anos desenvolveu uma aliança estratégica com a Enel. Pellicelli relembrou as origens da presença histórica da Avsi no Brasil e o desenvolvimento de colaborações com parceiros locais, públicos e privados. Por fim, Bressan explicou o novo acordo-quadro, que nasceu graças à colaboração entre a Fundação Banco do Brasil, a ENEL e a AVSI, que fornecerá o quadro financeiro e operacional para projetos futuros, em favor das camadas mais vulneráveis da população.

Nas conclusões, a Vice-Ministra das Relações Exteriores Del Re destacou “a grande importância da parceria e da complementariedade entre empresas, sociedade civil e instituições públicas, como um novo paradigma para enfrentar os novos desafios comuns do desenvolvimento sustentável. De grande interesse é o modelo de colaboração construído por Enel e AVSI com o Banco do Brasil e sua Fundação, parceiros institucionais essenciais para consolidar um modelo ainda mais amplo de parceria público-privado para o desenvolvimento sustentável adaptado às necessidades locais. Uma experiência que faz parte da história consolidada de colaboração entre a Itália e o Brasil, um País amigo com o qual compartilhamos laços históricos e fraternos”.

Durante o evento, a partir também do uso de vídeos, foram discutidas as experiências adquiridas pela AVSI e ENEL no campo da sustentabilidade socioambiental no Brasil, a aliança estratégica com o Banco do Brasil, e um novo acordo tripartite de cooperação técnica AVSI - ENEL - Fundação Banco do Brasil, com referência específica a um projeto sobre consumo consciente, educação e atividades geradoras de renda nas comunidades "quilombolas" do estado de Goiás (região Centro-Oeste).

 

Uma aliança que vê como protagonistas a ENEL, primeira investidora estrangeira no mercado de energia, a AVSI, ONG que trabalha com seus parceiros brasileiros há mais de 30 anos no desenvolvimento socioeconômico das comunidades mais vulneráveis do país, o Banco do Brasil, primeira empresa sustentável da América Latina e a nona em escala global, e a Fundação Banco do Brasil , um ator essencial de programas de sucesso no terreno, com foco na educação e no meio ambiente.

Foi realizado hoje o seminário “Aliança entre empresas e ONGs para o desenvolvimento sustentável no Brasil”, uma iniciativa da Embaixada da Itália em Brasília, em colaboração com a ENEL Brasil e a AVSI Brasil, no âmbito do Festival de Desenvolvimento Sustentável da Aliança Italiana para o Desenvolvimento Sustentável - ASVIS, com o apoio do Ministério das Relações Exteriores italiano. O evento foi encerrado pela Vice-Ministra das Relações Exteriores, Emanuela Claudia Del Re.

O Embaixador Azzarello, na introdução, destacou como “O evento de hoje mostra que é possível um diálogo positivo, sobre projetos concretos, para o desenvolvimento sustentável no Brasil, graças à adoção de modelos inovadores de parcerias”.

Em seguida, falaram a Responsável pela ENEL Green Power Brasil Roberta Bonomi, a Gerente Executiva de sustentabilidade empresarial do Banco do Brasil Ana Macedo, o Diretor da AVSI Brasil Fabrizio Pellicelli e o Diretor Executivo da Fundação Banco do Brasil Rogério Bressan. O Diretor da Rede Brasil do Pacto Global das Nações Unidas para as empresas, Carlo Pereira, moderou o evento.

Pereira ressaltou a particularidade do contexto brasileiro, terreno fértil para parcerias multisetoriais. Bonomi traçou as linhas da estratégia de sustentabilidade do Grupo Enel e do modelo de investimento social implementado no Brasil. Macedo focou no papel institucional e na visão de responsabilidade corporativa do Banco do Brasil, que ao longo dos anos desenvolveu uma aliança estratégica com a Enel. Pellicelli relembrou as origens da presença histórica da Avsi no Brasil e o desenvolvimento de colaborações com parceiros locais, públicos e privados. Por fim, Bressan explicou o novo acordo-quadro, que nasceu graças à colaboração entre a Fundação Banco do Brasil, a ENEL e a AVSI, que fornecerá o quadro financeiro e operacional para projetos futuros, em favor das camadas mais vulneráveis da população.

Nas conclusões, a Vice-Ministra das Relações Exteriores Del Re destacou “a grande importância da parceria e da complementariedade entre empresas, sociedade civil e instituições públicas, como um novo paradigma para enfrentar os novos desafios comuns do desenvolvimento sustentável. De grande interesse é o modelo de colaboração construído por Enel e AVSI com o Banco do Brasil e sua Fundação, parceiros institucionais essenciais para consolidar um modelo ainda mais amplo de parceria público-privado para o desenvolvimento sustentável adaptado às necessidades locais. Uma experiência que faz parte da história consolidada de colaboração entre a Itália e o Brasil, um País amigo com o qual compartilhamos laços históricos e fraternos”.

Durante o evento, a partir também do uso de vídeos, foram discutidas as experiências adquiridas pela AVSI e ENEL no campo da sustentabilidade socioambiental no Brasil, a aliança estratégica com o Banco do Brasil, e um novo acordo tripartite de cooperação técnica AVSI - ENEL - Fundação Banco do Brasil, com referência específica a um projeto sobre consumo consciente, educação e atividades geradoras de renda nas comunidades "quilombolas" do estado de Goiás (região Centro-Oeste).

Uma aliança que vê como protagonistas a ENEL, primeira investidora estrangeira no mercado de energia, a AVSI, ONG que trabalha com seus parceiros brasileiros há mais de 30 anos no desenvolvimento socioeconômico das comunidades mais vulneráveis do país, o Banco do Brasil, primeira empresa sustentável da América Latina e a nona em escala global, e a Fundação Banco do Brasil , um ator essencial de programas de sucesso no terreno, com foco na educação e no meio ambiente.


351