Este site usa cookies técnicos, analíticos e de terceiros.
Ao continuar a navegar, aceita a utilização de cookies.

Assistência aos detidos

Com base em relatórios das autoridades policiais locais e informações recebidas de parentes, amigos ou várias entidades, o Consulado toma conhecimento de cidadãos italianos detidos ou presos em nossa jurisdição. No caso de um compatriota ser preso, o Consulado pode:

  • realizar visitas consulares ao detido;
  • indicar um advogado se necessário;
  • facilitar o contato com familiares na Itália.

O Consulado não pode:

  • intervir em processo judicial em nome do compatriota;
  • pagar as despesas legais do detido. O Estado italiano não pode arcar com os custos relacionados à defesa, honorários de advogados, procuradores, tribunais, etc., que são de responsabilidade dos interessados e/ou de suas famílias.